Unidade Vila Mariana (11) 2275-2516/2276-2835

Unidade Moema (11) 2738-1700/2738-1900

Blog

25 fev

Vovó solitária é surpreendida por coletores de lixo em seu centésimo aniversário

por nossacasa

Em uma pequena cidade do Reino Unido, um grupo de coletores de lixo planejou uma agradável surpresa para a sua cliente favorita.

Centésimo aniversário da Vovó

(Coletores de lixo comemorando o centésimo aniversário de Mercy) 

Mercy é uma senhora gentil e espirituosa que sempre conversa com os coletores quando eles passam pela sua casa para recolher o lixo. E a afinidade entre eles é tanta que os profissionais praticamente a adotaram como sua avó substituta. Então, quando eles descobriram que a doce senhora estava prestes a comemorar seu centésimo aniversário, eles souberam que não poderiam deixar o dia passar sem fazer algo para mostrar o quão especial ela é.

Leia mais:

Yoga transforma a postura e a saúde de idosa de 87 anos

Divertido ensaio com idosos mostra que os cabelos brancos vem com a melhor fase da vida

 

Em vídeo, vemos um dos homens do depósito subindo o caminho do jardim de Mercy – carregando cuidadosamente um pequeno bolo! No bolo há três velas acesas, que o homem protege com a mão para que o vento não as apague. Quando Mercy abre a porta da frente, seus netos postiços começam a cantar “Parabéns pra Você”, e a reação dela foi a mais emocionante possível.

É incrível pensar em quantas histórias Mercy poderia contar! Afinal, ela devia ter 20 anos quando a Segunda Guerra Mundial estourou na Europa. Não apenas isso, mas não está claro quantos parentes vivos ela pode ter para ajudá-la a comemorar esse marco – o que torna o gesto de seus amigos ainda mais emocionante!

Depois de pedir a Mercy que apague suas velas, um homem diz que espera ainda poder comemorar os 105 anos dela, no que a vovó postiça imediatamente retruca: “Oh, cale a boca”. Sim, vovó Mercy é muito espirituosa!

Muitas pessoas às vezes se sentem esquecidas pelo mundo, e é por isso que uma atitude como a desses coletores de lixo merece ser aplaudida. No mundo cada vez mais caótico em que vivemos, em que as pessoas mal tem tempo para se preocupar com a própria família, é reconfortante ver que alguns ainda conseguem ser gentis e empáticos com quem mais precisa de um carinho.

Fonte: Site Psicologias do Brasil