Unidade Vila Mariana (11) 2275-2516/2276-2835

Unidade Moema (11) 2738-1700/2738-1900

Blog

Uma pesquisa realizada por hospital infantil da cidade de Trieste, na Itália, comprovou a eficácia do riso no auxílio do tratamento de crianças. O estudo levou em conta a atuação de “doutores palhaços” nos locais.

A iniciativa foi adaptada no Brasil sob o nome “Doutores da Alegria”. Sem fins lucrativos, os palhaços visitam os hospitais infantis e realizam brincadeiras.

O estudo comprovou que, embora a doença física não seja afetada, a presença dos doutores da alegria ajudava a diminuir a ansiedade nos pacientes e trazia a sensação de bem estar.

No Recife
Os palhaços do Doutores da Alegria visitam quatro hospitais públicos do Recife duas vezes por semana: Hospital Universitário Oswaldo Cruz e Procape, Barão de Lucena, Restauração e Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip). A ONG atua no Recife há 13 anos e reúne muitas histórias pra contar.
Muitas engraçadas, outras tristes, histórias de superação e sobretudo de encontros verdadeiros entre as crianças e os palhaços.

Fonte: Diario de Pernambuco 

É importante saber que muitos problemas de memória não estarão presentes em decorrência de um problema de saúde, mas talvez pela convivência com os que chamamos de vilões da memória. O primeiro deles seria a falta de atenção. Sabe-se que a atenção é a primeira etapa do processamento da memória recente; quanto mais atentos estivermos, melhor será o desempenho da nossa memória.

A desorganização ambiental e a falta de uma rotina obrigatória pré-estabelecida também colabora para que nosso cérebro fique mais preguiçoso, interferindo em um pior desempenho do processamento das nossas habilidades mentais.  Por isso, estabelecer um ritmo de tarefas obrigatórias e que envolvam hábitos de vida saudáveis são fundamentais para uma boa qualidade do processo de memorização e do resgate da informação memorizada.

Outro aspecto importante para se observar em pessoas adultas e idosas é o desempenho da chamada acuidade visual; ou seja, o quão sua visão está preservada e mantida, para interpretar as informações sensoriais visuais recebidas do meio. É descrito na ciência que pessoas com dificuldades visuais não corrigidas, seja por óculos, lentes oculares ou cirurgias podem ter um pior desempenho de memória e a longo prazo, podem desenvolver doenças neurodegenerativas.

O mesmo acontece com a capacidade auditiva; um indivíduo que em sua fase adulta relata sentir dificuldades auditivas, decorrentes de mudanças do processo normal do envelhecimento, precisa procurar auxílio de profissionais especializados, uma vez que a dificuldade auditiva também está relacionado a um pior desempenho de memória.

Neste sentido podemos ter algumas dúvidas que surgem: por que as dificuldades visuais e auditivas seriam vilões da memória? Porque estas dificuldades interferem nos estímulos recebidos pelo cérebro; além disso, muitas vezes pessoas com estas dificuldades passam a se isolar socialmente, interagindo menos com outras pessoas, e consequentemente, buscam por menos estímulos de memória e de atenção, apresentando assim um estilo de vida pouco desafiador para as habilidades mentais.

Ressalta-se também dentre os vilões da memória o estado de humor e a presença de sintomas de ansiedade. Indivíduos deprimidos ou com a presença de sintomas de ansiedade são indivíduos com dificuldades de atenção e concentração e podem apresentar um pior processamento da memória.

São pessoas que costumam se esforçar menos para novas aprendizagens, possuem crenças negativas sobre o seu desempenho cognitivo por se acharem menos capazes de enfrentar grandes desafios, pois apresentam pensamentos negativos e falta de ânimo na maioria das vezes. Em relação a este aspecto a nossa dica seria: cuide do seu estado do humor, a partir do momento que ele interfere na sua qualidade de vida, pois pode ser um problema de saúde a ser tratado.

Importante também se atentar à qualidade do sono, pois a insônia é uma grande vilã para um mau desempenho das habilidades mentais. É durante o sono que formamos as aprendizagens adquiridas durante o dia; então, uma boa qualidade do sono é fundamental para um bom funcionamento da memória.

Nos estudos das neurociências também se destaca a importância de evitar o abuso de alimentos industrializados, com excesso de açúcares e gorduras saturadas, pois estes alimentos podem acumular no cérebro proteínas não utilizadas, os radicais livres, e podem possibilitar o aparecimento de toxinas no cérebro. A longo prazo, podem gerar prejuízos no funcionamento das habilidades mentais, sendo um fator de risco para o desenvolvimento de demências.

No entanto, sabemos que, embora convivamos com vilões que interferem no desempenho da memória, temos que nos lembrar que há formas de combatê-los.

A partir dos hábitos de vida saudáveis, como uma alimentação balanceada, boa qualidade do sono, realização de exercícios intelectuais que estimulem as habilidades cognitiva (como por exemplo, os exercícios de ginástica cerebral oferecidos pelo SUPERA), a prática regular de atividades físicas prescritas por um profissional e os cuidados com o estado de humor e com a prevenção ou manejo adequado de doenças crônicas presentes. Evite vícios, seja em alimentos industrializados, jogos de azar; desafie-se, busque a interação social, e viva uma vida saudável e com tranquilidade em todas as fases da vida.


Fonte: Método Supera

 

Muitos imaginam que basta passar o fio dental e escovar os dentes após as refeições que a saúde bucal está garantida. Embora o preceito básico seja esse, há muitas outras atitudes que podem tornar este cuidado mais eficiente e, assim, manter não só a estética, mas também prevenir de maneira mais satisfatória cáries e outros problemas bucais.

Além de cuidados extras para tornar este hábito diário ainda mais efetivo, há também ações que, embora possam parecer benéficas, fazem mais mal do que bem e outras ainda que, por não fazerem parte da rotina diária, muitas vezes são esquecidas ou negligenciadas.

Se você quer realmente ficar com a saúde e a estética bucal em dia, atente-se à rotina de cuidados.

Cuidados com os dentes: o que NÃO fazer

1 – Abandone o uso do palito

Embora pareça uma medida prática e emergencial para limpar os espaços existentes entre os dentes, usar palitos de madeira com essa finalidade pode causar lesões na gengiva. “O palito pode perfurar a gengiva, as papilas dos dentes, e isso é perigoso”, alerta o dentista.

2 – Controle a força da escovação

A força usada para escovar os dentes também precisa ser controlada. Realizar o movimento com muita intensidade pode dar a sensação de que se está limpando os dentes de forma mais eficiente. Mas essa sensação é falsa. De acordo com Puglisi, a atitude pode causar sangramento e recessão gengival, quadro que aumenta a exposição do dente.

3 – Tenha cuidado com os alimentos que consome

Alguns alimentos, como limão e abacaxi, embora sejam importantes para a manutenção da saúde geral, são ácidos e, por isso, afetam os dentes. Neste caso, é essencial consumi-los de maneira adequada. “O abacaxi não causa tantos problemas ao ser ingerido puro, mas o limão não pode, de jeito nenhum. Tem gente que chupa a fruta. Mas o ideal é sempre diluir em água para evitar que ele cause erosão ácida nos dentes”, explica o dentista.

Além de colocar em prática os cuidados diários e estar atento às ações prejudicais à saúde bucal, é importante também olhar para os detalhes que podem passar despercebidos ou parecer desnecessários, mas também são essenciais para os cuidados com os dentes

Saúde bucal: o que fazer todos os dias

1 – Escove os dentes pelo menos 3 vezes ao dia

A recomendação do especialista também é clara em relação à quantidade de escovação. O ideal é que ela ocorra após todas as refeições. Mas se a rotina impede que esta orientação seja seguida à risca, existe uma regrinha básica para ajudar. “Se não for possível escovar imediatamente após as refeições, faça isso pelo menos três vezes ao dia”, orienta.

2 – Não esqueça do fio dental

O fio dental é essencial para a higienização do dente e não há nada que substitua sua ação. “O ideal é que você passe todas as vezes em que for escovar ”, comenta o dentista.

3 – Escove os dentes logo após as refeições

Ao pesquisar sobre cuidados com os dentes, é comum encontrar a orientação de que é preciso esperar pelo menos 30 minutos entre a refeição e a escovação para supostamente evitar que o ácido digestivo afete o esmalte de dente.

De acordo com o dentista Rafael Puglisi, esta é uma orientação equivocada. “Não existe tempo mínimo a ser esperado. Você pode escovar 10 ou 40 minutos depois de comer, mas deve sim escovar logo após as refeições”, explica.

Até aqui estão listados os cuidados básicos. Mas eles não são suficientes. É preciso também atentar-se ao que não é recomendado.

Cuidados com dentes que não podem ser esquecidos

1 – Troque a escova no período adequado

Embora não exista regra, é essencial saber quando é o momento de trocar a escova de dente. Puglisi explica que isto deve ser feito quando as cerdas aparentam sinais de desgaste. “Não existe um tempo certo, mas quando as cerdas já estão abertinhas, é hora de trocar”, comenta. E o macete vale tanto para as mecânicas quanto para as escovas elétricas.

2 – Saiba escolher uma boa escova

Para escolher uma escova adequada, além de pensar no tamanho e no tipo de cerdas, vale também ponderar entre os modelos manuais e os elétricos.

“A escova de dente elétrica é a melhor opção porque limpa os dentes profundamente e sem esforço. Ela faz uma escovação que elimina tártaros e a placa bacteriana sem danificar o esmalte e a gengiva”, comenta o dentista.

Além de remover mais placas e alcançar aéreas mais difíceis, modelos de escovas elétricas como a Philips Sonicare ainda dão mais longevidade a tratamentos estéticos. “Ciclos em escovação manual degradam mais rapidamente os cimentos utilizados nesses procedimentos. Como a escova elétrica só faz uma vibração, ela dá maior longevidade ao que fazemos”, reforça Dr. Puglisi.

Fonte: Vix

A Câmara Municipal de Araçatuba iniciou em fevereiro uma campanha de arrecadação de embalagens vazias de comprimidos para adquirir cadeiras de rodas. A ação faz parte do projeto Câmara Solidária, de inciativa da Mesa Diretora da Casa.

Os principais beneficiários dessa ação voluntária são pessoas em vulnerabilidade financeira atendidas pela Santa Casa de Misericórdia, por meio de um trabalho coordenado pela Pastoral da Saúde.

De acordo com a presidente da Câmara, vereadora Tieza (PSDB), a mobilização começou com os servidores que já nos primeiros dias depositaram centenas de embalagens numa urna transparente colocada na recepção da sede do Legislativo. Contudo, o público externo também pode fazer doações no posto de coleta permanente. As embalagens arrecadadas são doadas à Pastoral da Saúde, em contrapartida, uma empresa de reciclagem recebe e entrega os equipamentos de locomoção para os pacientes.

“Não podemos simplesmente descartar essas embalagens, uma vez que elas viabilizam a aquisição de cadeiras de rodas para as pessoas que tanto necessitam. Por meio dessa campanha, o Legislativo araçatubense reafirma o compromisso de aproximar a sociedade da tomada de decisões do Poder Público que visam ao bem-estar das pessoas e a sustentabilidade do meio ambiente”, afirmou a vereadora Tieza.

Assista ao vídeo:


 

Fonte: Câmara Municipal de Araçatuba

Você já sabe que praticar atividades físicas é importante para manter uma boa saúde, mas e o cérebro? Este órgão também pode ser exercitado para melhorar seu desempenho e o melhor: você pode fazer isso em casa, no seu dia-a-dia com atividades chamadas de neuróbicas.

Quando acostumamos a fazer as mesmas atividades com frequência, é comum ligarmos o modo piloto automático, pois já temos domínio sobre as nossas ações. Assim, o nosso cérebro entra na zona de conforto e pode dar margem para algumas reações, como falhas de memória, raciocínio lento, problemas de concentração…

A proposta das neuróbicas – que funcionam como a aeróbica dos neurônios – é justamente tirar o cérebro da sua zona de conforto e potencializar as suas habilidades cognitivas.

A prática da neuróbica envolve desde exercícios simples – que podem ser feitos no dia a dia – até desafios mais complexos, que proporcionam situações improváveis e podem ser feitos por pessoas de todas as idades.
“As neuróbicas estimulam padrões de atividade neurais que criam conexões entre as diferentes áreas do cérebro e fazem com que as células nervosas produzam nutrientes naturais do cérebro”, explica Solange Jacob, diretora pedagógica nacional do Método SUPERA, rede de escolas dedicadas ao desenvolvimento do cérebro no Brasil.

Segundo ela, para que uma atividade seja considerada “neuróbica”, é preciso desenvolver um ou mais dos nossos cinco sentidos em um novo contexto e/ou transformar uma atividade rotineira em algo inesperado e não-usual.

Como incorporar a neuróbica na rotina diária

Nós podemos praticar exercícios para o cérebro em qualquer lugar: seja em casa, no trabalho, na escola ou nos momentos de lazer.  Fazer atividades de maneira inusitada é uma nova técnica para melhorar a concentração, treinar a criatividade e inteligência.

“Porém, para exercitar o cérebro em sua totalidade, é preciso mais que neuróbicas!”, alerta Solange. “Apesar dessas atividades ajudarem a estimular a mente, a metodologia completa de ginástica para o cérebro do SUPERA  proporciona resultados efetivos no desenvolvimento das habilidades cognitivas, socioemocionais e éticas, garantindo melhor qualidade de vida e real melhora da memória, concentração, raciocínio…”

Tente fazer um teste fazendo alguns exercícios no seu dia-a-dia. Sugerimos aqui 20 ações diferentes que podem ser feitas em casa e podem proporcionar momentos descontraídos com a família e amigos:

01 – Use o relógio de pulso no braço direito (ou no braço esquerdo, se for canhoto);

02 – Escove os dentes ou escreva em uma folha de papel com a mão contrária da de costume

03 – Ande pela casa de trás para frente;

04 – Vista-se de olhos fechados;

05 – Estimule o paladar, coma coisas diferentes;

06 – Veja fotos de cabeça para baixo e tente observar cada detalhes que antes lhe passara despercebido;

07 – Veja as horas num espelho ou troque o relógio do pulso que costuma usar;

08 – Faça um novo caminho para ir ao trabalho ou introduza pequenas mudanças nos seus hábitos cotidianos

09 – Converse com o vizinho que nunca dá bom dia.

10 – Comece a trocar o mouse de lado.

11 – Decore uma palavra nova por dia, de seu idioma ou de outro e tente aos poucos introduzi-la em suas conversas de forma adequada.

12 – Folheie uma revista e procure uma fotografia que lhe chame a atenção. Agora escreva 25 adjetivos que ache que a descrevem e/ou ao tema fotografado.

13 – Ao entrar numa sala onde esteja muita gente, tente determinar quantas pessoas estão do lado esquerdo e do lado direito. Identifique os objetos que decoram a sala, feche os olhos e enumere-os.

14 – Quando for a um restaurante, tente identificar os ingredientes que compõem o prato que escolheu e concentre-se nos sabores mais subtis.

15 – Selecione uma frase de um livro e tente formar uma frase diferente utilizando as mesmas palavras.

16 – Monte um quebra-cabeça e tente encaixar as peças corretas o mais rapidamente que conseguir, cronometrando o tempo. Repita a operação e veja se progrediu.

17 – Experimente memorizar aquilo que precisa comprar no supermercado, em vez de elaborar uma lista.

18 – Ouça as notícias na rádio ou na televisão quando acordar. Durante o dia escreva os pontos principais de que se lembrar.

19 – Ao ler uma palavra, pense em outras cinco que comecem com a mesma letra.

20 – Leia atentamente e reflita sobre o texto.

Fonte: Supera

Não importa a idade, sofrer com dores nos ossos e articulações é sempre um problema insuportável.

Quem se movimenta muito durante o dia acaba sofrendo mais, é o caso de atletas e profissionais que trabalham em pé ou carregando peso. Uma das melhores formas encontradas de recuperar a cartilagem do joelho e quadril é consumir hortelã.

A hortelã é uma erva aromática que pode ser usada na culinária e para fins medicinais porque possui ação antiespasmódica e analgésica.

Trouxemos para você uma receita de chá de hortelã, que vai ajudar a aliviar as dores na região do joelho e quadril. Lembramos que esse tratamento é caseiro e natural, o ideal também é procurar uma orientação médica.

Veja a receita:

Ingredientes:

-1 colher (sopa) de hortelã seca;
-1 colher (sopa) de tomilho seco;
-1 colher (sopa) de sálvia seca;
-1 colher (sopa) de alecrim seco;
-1 litro de água.

Preparo

Ferva a água em uma panela e depois adicione as ervas. Após colocar as ervas deixe ferver por mais cinco minutos.

Desligue o fogo e deixe em descanso por 15 minutos. Você pode adicionar mel se desejar, para deixar a bebida com mais sabor. Armazenar a bebida na geladeira.

Beba duas xícaras por dia, sendo que a primeira tem que ser consumida ainda pela manhã em jejum e a segunda antes de dormir. Siga essa rotina por três semanas.

Você vai notar que os joelhos se fortalecerão e deixarão de doer. Também vai sentir uma melhora sensível no quadril.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Fonte: Pensador Anônimo 

As que fazem mais sentido na sua atual realidade de vida! Sim, isso mesmo! Existem milhares de dicas de saúde e qualidade de vida, mas nem todas são possíveis de alcançar logo de primeira ou não se encaixam na sua vida nesse momento. Por isso você deve colocar em prática primeiro as mais fáceis e que fazem mais sentido.

Só de você fazer isso, já estará fazendo um bem enorme para sua saúde mental, pois essa busca pela perfeição não faz bem. Se algumas dicas de saúde e qualidade de vida não podem ser colocadas em prática agora, não tem problema, foque no que você consegue e que te traz bem-estar.

Entendido esse passo, podemos seguir com algumas dicas de saúde e qualidade de vida. Vou sugerir cinco e, ao final da leitura, você pode enumerar quais são mais importantes e fáceis de ser colocadas em prática, OK? Sem pressão!

Dicas de saúde e qualidade de vida

Hidrate-se – Uma das dicas de saúde e qualidade de vida mais importantes seria aumentar o consumo de água, pois um corpo desidratado fica mais fraco, confunde sede com fome, pode “travar” o intestino etc. Compre garrafinhas bem bonitas, deixe uma no quarto, uma no trabalho, uma na bolsa, uma no carro. Experimente colocar despertadores no celular para lembrar de beber água. Coloque frutas, gengibre ou hortelã na água para deixá-la mais saborosa.

Não acredite em milagres – Pare de seguir blogueiras fitness e leigos que passam “dicas de saúde e qualidade de vida”. Além dessas pessoas estarem exercendo atividade ilegal da profissão, suas informações são baseadas em pesquisas de Google e modismos, e não levam em consideração a individualidade biológica de cada um. E as blogueiras ainda possuem um agravante, mostrar realidades manipuladas que só geram frustração em quem possui uma vida “normal”. Deixe de seguir esse pessoal, sua saúde mental agradece.

Aumente o consumo de frutas – Assim que chegar da feira já deixe as frutas lavadas e cortadas, compre potinhos bem bonitos para transportá-las. Teste novas receitas. Que tal experimentar uma fruta nova por semana?

Seja mais ativo – Essa também é uma das dicas de saúde e qualidade de vida mais importantes da atualidade, pois o sedentarismo tem causado mais falecimentos do que outros hábitos de risco. Use mais escadas ao invés de elevadores, use escadas comuns ao invés das rolantes, desça do ônibus um ponto antes do planejado.

Durma mais – Um corpo que não descansa é um corpo que não trabalha direito, que economiza calorias diminuindo seu metabolismo, e que aumenta o apetite por alimentos calóricos em busca de energia rápida.

Fonte: Sophie Deram

Se existe um momento do dia em que o idoso com Alzheimer se sente mais desconfortável, podemos dizer que é a parte da tarde. Um dos principais motivos dessa agitação e confusão mental tem nome e sobrenome: Síndrome do Pôr do Sol.

Essa mudança de comportamento acontece principalmente nos períodos crepusculares, quando a luz do dia vai dando lugar a escuridão da noite. O idoso com Alzheimer tende a se sentir mais confuso, chegando até mesmo a não reconhecer que está em sua casa, pedindo muitas vezes para ir embora.

Por isso, é importante manter a calma nessas horas, pois o idoso encontra-se agitado e pode se mostrar até mesmo agressivo. Caso isso aconteça, a primeira coisa a ser feita é tentar focar a atenção dele em outro ponto, conversando sobre um tema diferente ou levando-o para outro cômodo da casa.

Lembre-se que o idoso não está fazendo isso de propósito. É importante que o cuidador/familiar consiga identificar os sintomas precocemente e consiga agir de forma calma e eficaz. Essa síndrome acontece em cerca de 20% das pessoas que possuem algum tipo de demência, tornando alguns sintomas mais severos. Confira abaixo quais são:

Esquecimento;

Delírios;

Ansiedade;

Confusão;

Agitação;

Inquietação.

Pessoas que apresentam esses sintomas de forma exacerbada também costumam perambular durante a noite, além de terem ataques agressividade repentinos, com muitos gritos. A Síndrome do Pôr do Sol geralmente se manifesta em fases intermediárias da demência, declinando a sua incidência à medida que a doença vai progredindo.

Principais causas da Síndrome do Pôr do Sol

Apesar de não ser ainda bem conhecida, pesquisas apontam que a Síndrome do Pôr do Sol pode estar relacionada a um conjunto de células nervosas que mantêm o corpo ligado durante todo o tempo.

A Síndrome também pode ocorrer com maior incidência quando idoso sente dor, apresenta constipação severa, uma alimentação pobre em nutrientes e vitaminas, quadros de infecções ou se encontra em ambientes barulhentos.

Como tratar a Síndrome do Pôr do Sol?

Existem algumas formas de atenuar os efeitos dessa síndrome em idosos, como:

Manter o idoso ativo durante o dia: isso ajuda-o a dormir melhor à noite;

Evitar cochilos na parte da tarde;

Incentivar a prática de exercícios físicos;

Desenvolver atividades recreativas que estimulem e deixem o idoso sempre em movimento;

Ter uma alimentação saudável e balanceada;

Evitar consumir cafeína e açúcar à noite;

Evitar fazer refeições em horários tardios;

Procurar um médico que possa detectar problemas clínicos como dores e infecções;

Aproveitar a luz do dia: a exposição a luz do sol pode ajudar a reduzir alguns sintomas da síndrome, principalmente quando aliado à prática de exercícios;

Proporcionar ao idoso um ambiente confortável para dormir; além de manter o cômodo parcialmente iluminado para reduzir os riscos de confusão mental caso o idoso perambule à noite;

Ajudar ao idoso com Alzheimer a se orientar em relação ao tempo e espaço, lembrando-o onde ele está e que horas são;

Com os devidos cuidados tomados, as chances de o idoso apresentar quadros da Síndrome do Pôr do Sol tendem a diminuir! Além disso, existem diversos outros cuidados que podem amenizar os sintomas do Alzheimer e técnicas para esses momentos de dificuldades. 

Fonte: Alzheimer 360

O período do verão – entre dezembro e março – exige maior cuidado dos brasileiros em relação aos acidentes com escorpiões, já que o clima úmido e quente é considerado ideal para o aparecimento desse tipo de animal peçonhento, que se abriga em esgotos e entulhos. A limpeza do ambiente e a adoção de hábitos simples, de acordo com o Ministério da Saúde, são fundamentais para prevenir picadas.

No ambiente urbano, a orientação para evitar a entrada de escorpiões em casas e apartamentos é usar telas em ralos de chão, pias e tanques, além de vedar frestas nas paredes e colocar soleiras nas portas. Os cuidados incluem ainda afastar camas e berços das paredes e vistoriar roupas e calçados antes de usá-los. Já em áreas externas, a principal dica é manter jardins e quintais livres de entulhos, folhas secas e lixo doméstico.

Também é importante manter todo o lixo da residência em sacos plásticos bem fechados para evitar baratas, que servem de alimento e, portanto, atraem os escorpiões. Outra recomendação é manter o gramado sempre aparado, não colocar a mão em buracos, embaixo de pedras ou em troncos apodrecidos e usar luvas e botas de raspas de couro na hora de manusear entulhos e materiais de construção e em atividades de jardinagem.

O ministério não recomenda o uso de produtos químicos como pesticidas para o controle de escorpiões. “Estes produtos, além de não possuírem, até o momento, eficácia comprovada para o controle do animal em ambiente urbano, podem fazer com que eles deixem seus esconderijos, aumentando a chance de acidentes”, informou.

Populações mais expostas

Os grupos considerados mais vulneráveis são trabalhadores da construção civil, crianças e demais pessoas que permanecem grande parte do tempo dentro de casa ou nos arredores e quintais. Nas áreas urbanas, também estão sujeitos a picadas trabalhadores de madeireiras, transportadoras e distribuidoras de hortifrutigranjeiros, que manuseiam objetos e alimentos onde os escorpiões podem estar escondidos.

Acidentes

A maioria dos acidentes com escorpiões, segundo a pasta, é leve, com quadro de início rápido e duração limitada. Nessas situações, a pessoa apresenta dor imediata, vermelhidão, inchaço leve por acúmulo de líquido e sudorese localizada, com tratamento sintomático.

Crianças abaixo de 7 anos têm mais chance de apresentar sintomas como vômito e diarreia, principalmente quando picadas por escorpião-amarelo, que pode levar a casos graves e requer a aplicação do soro em tempo adequado.

As recomendações incluem ir imediatamente ao hospital de referência mais próximo e, se possível, levar o animal ou uma foto para identificação da espécie. Limpar o local da picada com água e sabão, de acordo com o ministério, pode ser uma medida auxiliar, desde que não atrase a ida ao serviço de saúde.

Fonte: Agência Brasil 

Desde os tempos antigos, a natureza tem sido a principal fonte de medicina para os seres humanos. Nela podemos encontrar todas as propriedades e nutrientes que precisamos para curar muitas doenças.

Por isso, muitos decidiram deixar a medicina convencional de lado para usar a medicina natural. A maior vantagem disso é que ela não causa danos e não é cara como convencional.

Uma bebida natural que serve para tratar muitas coisas é preparada com limão e chia. Este poderoso batido ajuda-nos a prevenir a gripe, a limpar o corpo e a evitar o acúmulo de gordura. É por isso que muitas pessoas em todo o mundo decidiram incluí-lo em sua dieta. Se você também quiser fazê-lo, mostraremos como se preparar facilmente em sua casa.

Bebida de limão e chia para queimar gordura acumulada:

Por si só, cada um desses ingredientes é muito bom e saudável. No entanto, quando os combinamos em uma bebida, o resultado é surpreendente. A melhor parte de tudo é que ambos são muito baratos e fáceis de obter. Portanto, todos podemos prepará-lo, se desejarmos.

O que vamos precisar:

Ingredientes:

Suco de limão (1 unidade).

Sementes de Chia (1 colher de sopa).

Mel (1 colher de sopa).

Água (1 1/2 copos).

Modo de preparação e uso:

Para começar, devemos mergulhar as sementes de chia por pelo menos 1 hora. Quando eles absorvem a água, eles se parecem com bolas de gel devido à fibra que contêm. Misturamo-los com a quantidade de água indicada acima e o suco de limão. Por fim, bata todos os ingredientes no liquidificador.

Este delicioso suco deve ser consumido todos os dias em jejum durante as manhãs. Ao fazer isso, vamos acelerar nosso metabolismo e perder peso de forma rápida e eficaz.

Benefícios de seus principais ingredientes  

Limão

Contém muitas vitaminas (B, C e P), além de minerais como potássio, fósforo, flúor, sódio, magnésio, ferro e cálcio.

É um poderoso depurador para o corpo.

Tem muito poucas calorias (29 calorias em cada 100 gramas de suco).

É rico em fibras que nos ajuda a eliminar toxinas do corpo.

Chia

É um poderoso antioxidante natural.

Possui alto teor de fibras, cálcio, proteínas e ácidos graxos ômega 3.

Eles dão uma sensação de saciedade que elimina a ansiedade alimentar.

Reduz os níveis de açúcar no sangue.

Embora esta bebida seja extremamente poderosa para perder peso, é necessário acompanhá-la com uma dieta balanceada e algumas atividades físicas. Se você fizer isso, você terá resultados surpreendentes em menos tempo do que você imagina. 

 

Fonte: Saúde Fitness