Unidade Vila Mariana (11) 2275-2516/2276-2835

Unidade Moema (11) 2738-1700/2738-1900

Blog

Café, chocolate e outros alimentos quase passam por vilões quando o assunto é garantir ossos fortes e saudáveis: diminuem a capacidade do organismo de absorver cálcio. A solução, entretanto, não é bani-los da dieta, já que muitos deles – como os grãos integrais – possuem outros nutrientes essenciais à saúde. Segundo a nutricionista Juliana Stein, é preciso saber balancear bem: “Para quem já tem doenças nos ossos, como osteoporose, pedimos para não misturar os alimentos fontes de cálcio com os que atrapalham a sua absorção”. A clássica combinação de café com leite, por exemplo, deve ser evitada. Conheça esses alimentos e saiba como consumi-los com segurança para os ossos.

Alimentos que dificultam a absorção de cálcio pelo corpo

Sal
Encontrado no sal, o sódio aumenta a excreção de cálcio pela urina. A nutricionista Juliana Stein, de São Paulo, recomenda que pessoas com osteopenia ou osteoporose eliminem o chamado sal de adição, aquele que acrescentamos à salada e a outros alimentos. Dica: use como tempero limão, azeite e especiarias.

Café
Misturar essa bebida com leite pode não ser tão indicado, dependendo das proporções de café e leite em sua xícara. “A cafeína, presente no café, tem efeito diurético, o que faz com que o cálcio seja eliminado pela urina”, justifica Juliana Stein. Mas a nutricionista lembra que, para chegar a prejudicar a absorção, a quantidade de café ingerida ao dia deve ser superior a 300mg, o que equivale a três xícaras médias da bebida, aproximadamente.

Refrigerante
Essa bebida é rica em fósforo, que inibe a absorção de cálcio pelo corpo. “O fósforo aumenta a liberação do paratormônio, hormônio que controla a quantidade de cálcio que temos nas células e nos ossos. Se ele está elevado, acaba mobilizando mais cálcio do osso pra corrente sanguínea, descalcificando os ossos”, explica Sandra da Silva Maria, nutricionista da Gastro Obeso Center, em São Paulo. Atenção especial aos refrigerantes de cola: além do fósforo, eles contam com cafeína, a mesma substância do café que aumenta a eliminação de cálcio pela urina.

Alimentos com ácido oxálico e fitatos
O ácido oxálico – encontrado em gérmen de trigo, nozes, feijão, espinafre, tomate e acelga -aumenta a eliminação de cálcio pelas fezes. O fitato age da mesma forma. Um exemplo de alimento com essas duas substâncias são os cereais integrais. No entanto, isso não significa que eles devem deixar de ser ingeridos, já que são ricos em fibras necessárias para o bom funcionamento do intestino. “Em casos de pessoas que já tenham doenças nos ossos, uma boa alternativa é ter uma alimentação com bastante frutas, vegetais e legumes, o que garantirá o pH ácido ao estômago – condição necessária para a boa absorção do cálcio”, diz Sandra, que justifica: “Quanto maior a ingestão desses alimentos, maiores as chances de você consumir zinco, mineral que equilibra o pH do estômago”.

Chocolate
Além de ter cafeína, o chocolate conta com o ácido oxálico que, como dito anteriormente, aumenta a eliminação de cálcio pelas fezes. “A quantidade de cafeína é a mesma, independente da quantidade de cacau”, garante Sandra. Ela também alerta que o chocolate ou achocolatado em pó adicionado ao leite tem o mesmo efeito. Para comer essa delícia com menos culpa, a nutricionista aconselha o consumo de chocolates com maior teor de cacau, pois, apesar de prejudicar a absorção de cálcio, há, ao menos, maior ação antioxidante – o que não acontece com chocolates com menos cacau em sua composição.

Gorduras
Existe um tipo específico de gordura que faz com que o cálcio seja liberado pelas fezes, em vez de ir para os ossos: os ácidos graxos saturados de cadeia longa, encontrados em manteiga e carnes gordurosas. A nutricionista Juliana Stein explica que, ao chegar ao intestino, esse tipo de gordura forma uma substância chamada oxalato, que se liga às moléculas de cálcio, formando um complexo insolúvel. “Esse complexo acaba sendo excretado nas fezes”, conta.

Excesso de ferro
Embora aconteça raramente, é possível que o ferro em excesso faça com que o cálcio não seja absorvido. Isso acontece por causa de uma disputa entre esses dois minerais, como explica a nutricionista Juliana Stein. “Eles são absorvidos pela mesma ‘porta’ – chamada de glute, que encaminha as substâncias à corrente sanguínea – e competem entre si para serem absorvidos”, diz. O cálcio costuma ganhar o páreo, mas perde quando o ferro está em uma quantidade muito maior. No entanto, lembram as nutricionistas Juliana e Sandra, isso é raro de acontecer, já que geralmente as dietas são mais ricas em cálcio do que em ferro.

Excesso de proteínas
“O organismo gasta muito cálcio para processar a proteína”, diz a nutricionista Danielle Moreira, do Rio de Janeiro. Por isso, abusar nas fontes de proteínas pode aumentar a eliminação de cálcio pela urina, dificultando a sua absorção. Mas como saber se você está passando dos limites na ingestão de proteínas? A nutricionista Juliana Stein explica que uma pessoa que não seja atleta precisa de 0,8 a 1g de proteínas diárias por quilo de seu peso. “Quem passa dessa 1g já tem a chamada dieta hiperproteica”, afirma.

Fonte: Minha Vida

Ultimamente, a preocupação com a alimentação vem crescendo constantemente no Brasil e no mundo. Isso se torna evidente seja com o sucesso dos alimentos saudáveis, até mesmo dos fast-foods de saladas, seja com o aumento nas vendas de alimentos orgânicos. Cada vez mais pessoas acreditam que a saúde começa no prato. Vejamos aqui algumas dicas para promover algumas mudanças fáceis nos nossos hábitos alimentares, que podem fazer toda a diferença em nossa saúde.

Melhore de vida a partir da sua alimentação

De acordo com uma pesquisa recente, 44% dos deliveries pedidos pelos brasileiros são de pratos saudáveis. Isso mostra como o nosso povo está incorporando refeições de qualidade no seu dia a dia e, o conceito de comida saudável de agora não é o mesmo de tempos atrás. No passado, comida saudável, natureba como diziam, era considerada um coisa sem sal, sem e chata. No entanto, isso mudou bastante e atualmente existem inúmeras opções de saladas e pratos saudáveis, deliciosos, nutritivos que sustentam, agradam aos olhos e ao paladar.

Diante da importância que a alimentação tomou em nossas vidas, aqui vão algumas dicas bem simples para mudar alguns hábitos e ter mais saúde através da alimentação:

1. Tomar um bom café da manhã
O café da manhã é essencial para repor as energias gastas durante o sono. Lembre-se que seu corpo fica por muitas horas em jejum enquanto dorme, portanto, você precisa se alimentar assim que acordar para obter um bom desempenho intelectual e físico – seja no trabalho ou nos estudos. Uma nova pesquisa revelou que um bom café da manhã nos salva da arteriosclerose e protege nosso coração. Além disso, pessoas que não se alimentam de manhã tendem a comer em demasia no almoço, causando assim aumento de peso.

2. Pequenas porções
Ao invés de apenas almoçar e jantar, procure comer de três em três horas – lembrando que as quantidades devem ser pequenas e devem ser constituídas de alimentos saudáveis, como frutas frescas e secas. Você sentirá menos fome na hora das refeições e, consequentemente, fará escolhas menos impulsivas.

3. Saladas
Procure sempre comer uma salada antes do prato principal. Além de serem saudáveis e cheias de vitaminas, elas ajudam a saciar a fome – o que ajuda a diminuir drasticamente as calorias ingeridas durante as refeições.

4. Beba mais água
Por incrível que pareça, muitas vezes confundimos fome com sede. Mantenha-se hidratado para evitar a ingestão de calorias desnecessárias.

5. Opções saudáveis
Quando bater aquela preguiça de fazer comida ou quando você estiver sem tempo e tiver vontade de pedir alguma coisa pronta, saiba que existem opções saudáveis até mesmo para deliveries e fast foods. Este site, o PedidosJá por exemplo, oferece ótimas opções saudáveis e saborosas para você escolher.

6. Evite comer carne
A própria OMS declarou que o consumo de carne provoca câncer. Você não precisa eliminar completamente a carne da tua dieta se você simplesmente gosta de carne, se sente fraco sem ela, mas, atente para o fato de que o povo brasileiro consome carne regularmente mais de uma vez por dia, o que é demasiado! Reduza o consumo de carne ainda que seja por uma questão de equilíbrio ambiental, além da saúde.

7. Asse ao invés de fritar
Vários pratos tipicamente fritos podem ser feitos no forno. Aquelas batatinhas que você tanto gosta, podem ser feitas no forno sem todo aquele óleo que é normalmente usado para fritar, e ficam tão gostosas quanto.

8. Não corte todos os seus prazeres
Não consegue viver sem o quindim da padaria perto da sua casa? Não tem problema. Reserve um dia especial da semana para uma “guloseima”. Escolha uma porção pequena e delicie-se. Lembre-se: dieta é uma questão de equilíbrio – e não a exclusão definitiva dos itens que amamos e que não conseguiremos manter a longo prazo. Quando eliminamos tudo o que adoramos do nosso cardápio, acabamos “metendo o pé na jaca” depois.

9. Cuidado com as calorias líquidas
Bebidas alcoólicas em geral tendem a ser bem calóricas, portanto não exagere nelas. Essa dica vale especialmente para drinks, como a caipivodka, por exemplo, que geralmente contém altas doses de açúcar. No entanto, eis uma boa notícia para os apreciadores de vinho e cerveja: em pequenas quantidades estas bebidas fazem bem.

10. Chocolate
É chocólatra? Dê preferência aos chocolates com pelo menos 70% de cacau. Além de possuírem menos calorias, eles ainda podem ajudar na dieta, se consumidos em pequenas porções fazem bem ao coração e até para a memória e o aprendizado.

E por último, uma dica muito importante…

11. Durma bem
Este é assunto que também precisa ser mencionado, pois afeta a sua dieta. Cientistas já comprovaram que pessoas que dormem menos acabam comendo mais besteiras. Passar o dia com sono aumenta os níveis de cortisol no sangue (hormônio relacionado ao estresse), que, consequentemente, aumenta o seu apetite. Portanto, para dormir melhor e mais cedo, evite usar computadores e celulares na cama – a luz dos aparelhos digitais está criando uma crise de insônia na nossa sociedade. Está sem sono? Leia um livro. Faça algumas alterações em seus hábitos para dormir melhor e seu corpo agradecerá!

Viu só? Com pequenas mudanças no dia a dia, você pode ter uma vida ainda mais saudável sem muita dificuldade.

Fonte: Green Me

O coentro é uma folha de origem asiática que ganhou espaço no Brasil como tempero na comida nordestina. Rico em cálcio, potássio, magnésio, ferro e manganês — além de quase não conter sódio –, o coentro faz bem para a pele e para o intestino, previne doenças do coração e é um grande aliado para emagrecer.

Coentro; benefícios diversos para a saúde.

Ele é usado desde a época dos egípcios antigos como folha medicinal, mas hoje já se sabe que basta inclui-lo na alimentação para aproveitar os seus inúmeros benefícios para a saúde.

Você pode encontrar coentro na forma de folhas frescas, em sementes ou até mesmo em grãos. Segundo a nutricionista Paula Castilho, da Sabor Integral Consultoria, não importa o formato: todos possuem propriedades importantes que auxiliam no bom funcionamento do organismo, e cada um tem sua utilidade no preparo das refeições.

Abaixo, listamos para você os 11 principais benefícios do coentro para a saúde e para o corpo. Depois, você confere algumas receitas em que pode usar a folha e aproveitar todas suas vantagens nutricionais. Confira!

11 benefícios do coentro

1. Ajuda a emagrecer
De acordo com Paula, as folhas de coentro contêm limoneno, uma substância química que age como um hormônio natural e que dificulta o acúmulo de gordura na região abdominal.

Só que além de auxiliar no emagrecimento, o coentro contribui principalmente para a manutenção do peso saudável no longo prazo.

Sem contar que ele também ajuda a sentir menos fome, porque dá maior sensação de saciedade, além de ser bem menos calóricos que outros temperos, como caldos prontos e molhos para saladas.

O chá de coentro é outra boa pedida para a dieta.

2. Tem efeito detox
O coentro também atua como um agente detox no organismo, pois facilita o trabalho do fígado na eliminação das toxinas e contribui para a diminuição das inflamações. “Já sabemos que menos inflamação significa menor acúmulo de gordura e diminuição do peso”, aponta a nutricionista.

Mas “é claro que comer de tudo e somente acrescentar umas folhinhas de coentro de vez em quando no prato não fará diferença alguma na balança”, alerta a especialista.

É preciso utilizar o coentro como um grande aliado do emagrecimento em conjunto com uma dieta equilibrada, pois sozinho ele não faz milagres.

3. Previne diabetes e colesterol
O coentro ajuda a controlar as taxas de açúcar no sangue. Possui também antioxidantes, vitaminas, óleos essenciais e fibra alimentar, que atuam na diminuição das taxas de LDL (o colesterol ruim) e contribuem para elevar os níveis do bom colesterol (HDL).

4. Previne câncer e Alzheimer
São os antioxidantes também que combatem os radicais livres e impedem a degeneração precoce de células sadias. É esse processo que diminui o risco de algumas doenças degenerativas, como o Alzheimer e outras condições, a exemplo do câncer.

5. Previne envelhecimento precoce e mantém a pele saudável
Com todas essas propriedades antioxidantes, o coentro ainda pode auxiliar na prevenção do envelhecimento precoce e na preservação de um bom aspecto da pele.

Isso graças às suas boas quantidades de vitamina C, que atuam na formação de colágeno — essencial para evitar a flacidez e manter a saúde da pele em dia.

6. Previne doenças cardiovasculares
Coentro também regula os níveis de pressão arterial, já que a alta concentração de magnésio e a baixa quantidade de sódio ajuda a controlar os batimentos cardíacos e diminuir a pressão.

7. Impede a arteriosclerose
Outro dos benefícios do coentro é impedir a arteriosclerose, que é o enrijecimento das artérias devido ao acúmulo de placas de gordura. Ele atuaria dissolvendo o colesterol que está acumulado nas paredes desses vasos e ajudando a desobstrui-los.

8. Melhora a digestão
Ele também estimula o peristaltismo, ou seja, os movimentos que facilitam e aceleram a passagem dos alimentos pelo sistema digestivo. Isso torna o coentro um laxante suave e natural.

9. Combate vômito e diarreia
Suas folhas desidratadas podem ser utilizadas para combater crises de vômito e diarreia — sendo excelente para problemas gastrointestinais e para regular o funcionamento do intestino.

10. Evita gases e náuseas
Auxilia no tratamento de problemas digestivos, como gases, náuseas, má digestão e dores abdominais.

Isso ocorre devidos às propriedades do coentro de estimular o organismo a produzir mais enzimas e sucos digestivos, facilitando a digestão e impedindo a formação de gases.

11. Melhora a imunidade
O coentro é uma excelente fonte de vitamina C e de outras vitaminas essenciais, como o ácido fólico, a vitamina A e o betacaroteno — que, acima de tudo, contribuem para fortalecer o sistema imunológico.

Fonte: Ativo Saúde

30 jan

Casa de Repouso é só no nome, viu?! Rs.

A Nossa Casa tem sempre atividade diferente que estimula e até descobre talentos ocultos.

Algumas hóspedes já pintaram lindos quadros sem nunca ter experimentado chegar perto de uma tela, tinta ou pincel.

Dentre as várias atividades da Casa, destacamos no mês de janeiro, a deliciosa tarde gastronômica.

Nossas meninas arrasaram no enroladinho de linguiça. Arrasaram mesmo, ficou muito bom.

A diversão e o empenho foram ingredientes presentes e o resultado não poderia ser outro a não ser: simplesmente delicioso.

Vale tudo quando se tem vontade de aprender e vontade de ensinar.

Vale tudo quando se tem uma receita, algumas dicas, um aprendizado e muita diversão!

A atividade teve como desfecho um saboroso lanche da tarde.

Parabéns meninas e equipe da Nossa Casa.

Muitas outras atividades estão por vir.

18 out

Tarde gastronômica na Nossa Casa.

Dentre as diversas atividades da Nossa Casa, uma nova experiência surgiu: Tarde Gastronômica!

As nossas meninas arregaçaram as mangas, literalmente botaram a mão na massa e fizeram as mais divinas empadas! Humm!

Simplesmente deliciosas e aprovadíssimas por toda equipe, as nossas hóspedes gostaram da nova atividade e já esperam pela próxima receita. E nós também, hehe.

A primeira tentativa de tarde gastronômica da Nossa Casa resultou em saborosos biscoitos doces.

Quem é que não gosta da comida da vovó, hein? Então, multiplique essa gostosura pelo amor de várias vovós juntas.

A equipe da Nossa Casa está de parabéns pela grande motivação, amor e incentivo que proporcionam às nossas hóspedes.

Veja mais fotos em facebook.com/nossacasaresidencial

Sempre que precisamos presentear alguém de mais idade já pensamos: “Puxa… Mas o que eu vou dar pra ele(a)?”. Calma! Não é tão difícil quanto parece!

Existem aqueles que são mais difíceis de agradar… Mas a maioria se contenta com uma lembrancinha – se sentirem que foi dada com todo carinho. Mas também não é por isso que não vamos caprichar, não é mesmo? Seguem algumas dicas de presentes que agradam e que deixa uma pessoa idosa muito feliz.

Flores são muito bem recebidas. Os idosos costumam respeitar a natureza e gostam bastante de flores e plantas. Um arranjo para decorar a casa é uma ótima escolha. E se a pessoa que você vai presentear for do tipo que não tem tempo ou não tem muito jeito para cuidar de plantas, hoje em dia existem várias opções de arranjos artificiais que com certeza deixarão mais bonito o cantinho da casa a que se destinarem.

Ainda nesta linha, objetos de decoração também são bem aceitos. Por serem pessoas de mais idade, objetos mais tradicionais fazem mais o gosto deles. Lojas de artesanatos têm muitas coisas que agradam a terceira idade, como porta-chaves, porta-condimentos, caixas para organizar medicamentos, caixas de costuras, livros de receitas, entre outros.

Pessoas nesta faixa etária, geralmente, gostam muito de se lembrar da família ou de momentos marcantes. Então, uma ótima opção é presentear essa pessoa especial com uma foto que você sabe que a deixará muito feliz. Escolha um porta-retrato bonito e nele coloque uma foto dela com você, ou da família reunida, ou dela com um filho que mora distante, por exemplo. Não há como errar!

E por falar em foto… Se a pessoa que vai ganhar o presente for a vovó, que tal lhe dar um avental personalizado com a foto de todos os netos? Além de ser um presente útil com certeza ela vai adorar cozinhar tendo todos os netos assim, tão “juntinhos” dela!

Se for alguém mais idoso (acima 80 – atualmente não é mais raro de se encontrar) você pode optar por pantufas, chinelos e meias bem quentinhas. Este tipo de presente costuma agradar bastante, principalmente no inverno, pois eles costumam sentir mais frio que as pessoas mais jovens. Cuidado apenas com o solado, que deve ser de borracha, antiderrapante, para prevenir acidentes, ok?

E se você achar que nenhuma dessas dicas vai agradar, temos, então, outra dica: tecidos! Lojas especializadas têm os mais variados cortes e tipos de tecidos e um deles certamente a agradará. Se for homem, opte por cores neutras, para que ele possa fazer uma bela camisa. E se for mulher, procure tecidos com estampas neutras, que ficariam bonitas em um vestido, por exemplo.

Existem diversas outras dicas, tais como: jóias/bijuterias para vovós mais chics, celulares (optando por aqueles com teclas/tela maiores), computador (atualmente os idosos estão muito conectados) e outros variados.

Só não se esqueça do principal: quando for entregar o presente, independente do que for, abra aquele sorriso e lhe dê aquele abraço. Aí, sim, o presente vai estar completo!

 

Fonte: http://portalamigodoidoso.com.br